As autoridades anticorrupção zimbabweanas anunciaram esta segunda-feira a abertura de um inquérito para averiguar as condições em que a antiga primeira-dama do Zimbabwe, Grace Mugabe, obteve uma licenciatura