Quarenta professores do Rio de Janeiro que leccionam em zonas de risco vão fazer um curso de protecção em situações de guerra, disse fonte da Prefeitura à Agência EFE.