A maioria dos juízes do Supremo Tribunal Federal (STF) do Brasil decidiram hoje que o presidente do Senado, Renan Calheiros, será arguido por peculato, desvio de dinheiro público.