FMI pede acções contra a corrupção ao Governo moçambicano

Fundo reitera pedido de esclarecimentos das dívidas e medidas para a criação de um bom ambiente de negócios O Fundo Monetário Internacional (FMI) pediu às autoridades moçambicanas que fortaleçam o clima de negócios e a boa governança com vista a impulsionar o investimento privado e a criação de empregos, de modo a reduzir a pobreza e a desigualdade. Num comunicado divulgado na quarta-feira, 7, em Washington depois de uma reunião da direcção do FMI, os…

"FMI pede acções contra a corrupção ao Governo moçambicano"

Moçambique é o país africano com mais dívida estrangeira face ao PIB

A Standard & Poor’s considera que Moçambique é o país da África subsariana com a maior percentagem de dívida em moeda estrangeira (84%) e que não voltará aos mercados antes de um acordo com o FMI Moçambique tem a maior percentagem de dívida em moeda estrangeira face ao total de dívida, 84%, em parte devido à emissão do ‘eurobond’”, escrevem os analistas desta agência de notação financeira. Segundo um relatório sobre a emissão de dívida…

"Moçambique é o país africano com mais dívida estrangeira face ao PIB"

“Divulgado o relatório completo da Kroll pode melhorar transparência do país” – Standard Bank

O Standard Bank é a favor da divulgação do relatório completo das dívidas ocultas da Ematum, MAM e Proindicus, realizado pela consultora Kroll. O economista-chefe do banco considera que, para o bem da transparência e da recuperação da confiança dos parceiros de cooperação, o relatório completo deve ser divulgado. “Penso que o princípio básico que deve ser defendido em Moçambique e em qualquer parte do mundo é a transparência. Havendo condições para que esse relatório…

"“Divulgado o relatório completo da Kroll pode melhorar transparência do país” – Standard Bank"

António do Rosário escorraça Auditores da Kroll do seu escritório em Maputo

Presidentes das empresas públicas envolvidas nas “dívidas ocultas” diz ser a “Pessoa A” constante do relatório O presidente das três empresas estatais moçambicanas envolvidas nas chamadas “dívidas ocultas”, António do Rosário, confirma ter expulso do seu escritório os auditores da empresa holandesa Kroll por, alegadamente, “quererem detalhes sobre questões da segurança do Estado”. A revelação foi feita nesta sexta-feira, 30 de Junho, pela agência de notícias financeiras Bloomberg que teve acesso a uma carta na…

"António do Rosário escorraça Auditores da Kroll do seu escritório em Maputo"

Guebuza diz que ainda não leu o relatório sobre as chamadas Dívidas Ocultas

A Procuradoria-Geral da República de Moçambique (PGR) divulgou, no sábado, o sumário do relatório da auditoria que a firma norte-americana Kroll realizou aos mais de dois milhões de dólares (1,7 mil milhões de dólares) que o Governo moçambicano avalizou entre 2013 e 2014, a favor de uma empresa de pesca de atum e de duas firmas ligadas à segurança marítima. Segundo a PGR, a auditoria às dívidas ocultas de Moçambique deixou por esclarecer o destino…

"Guebuza diz que ainda não leu o relatório sobre as chamadas Dívidas Ocultas"

Última Hora: PGR divulga relatório sobre as dívidas ocultas

Relatório das dividas ocultas aponta falhas de gestão e informações contraditórias A Procuradoria-Geral da República divulgou, a poucos minutos, o resumo do relatório das dívidas não declaradas apontando falhas na gestão, informações contraditórias e recomendações para futuro. Leia o comunicado da PGR na íntegra. Comunicado de Imprensa n°ll/PGRIGC/012.3/2017 No contexto dos autos de Intrusão Preparatória n° 1/PGR/20 15, a Procuradoria -Geral da Republica solicitou a realização de uma auditoria internacional independente as empresas Proindicus, SA,…

"Última Hora: PGR divulga relatório sobre as dívidas ocultas"