Joaquim Chissano defende que Filipe Nyusi e Afonso Dhlakama devem se perdoar mutuamente de modo a encontrarem caminhos para o alcance da paz no país. O antigo presidente