Dias depois, após dois jovens terem sido detidos pela polícia da República de Moçambique (PRM), acusados de terem violado sexualmente duas raparigas e igualmente terem forçado e ameaçar