De acordo com um documento emitido pelo Ministério da Administração Estatal e Função Pública (MAEFP), e ilícita a cobrança de taxas para emissão de declaração dos bairros, por