Sobe para cinco o número de casos positivos do COVID-19 em Moçambique

Há mais duas pessoas infectadas pelo Coronavírus no país, perfazendo, agora, cinco casos no total.

Ainda assim, falando numa conferência de imprensa realizada esta tarde, na cidade de Maputo, o Ministro da Saúde, Armindo Tiago, defendeu que Moçambique tem hipóteses de fazer uma prevenção eficaz, já que o número de casos ainda é reduzido. Para o efeito, os moçambicanos devem praticar os conhecimentos sobre as medidas preventivas que possuem.

À semelhança dos três casos reportados anteriormente, os anunciados hoje pelo MISAU são assintomáticos ou de sintomas ligeiros. Por isso mesmo, todos os infectados encontram-se em isolamento domiciliar. Doravante, o Ministério da Saúde vai acompanhar 61 pessoas que directamente ou indirectamente contactaram-se com os infectados.

Os dois casos do COVID-19 confirmados hoje acusaram positivos em testes feitos no sector privado e, actualmente, no país, estão em quarentena 663 pessoas.

Numa altura em que há falta de desinfectante e álcool à venda, Armindo Tiago disse que as medidas de prevenção devem considerar o que está disponível no mercado. Por exemplo, o javel, numa concentração que o MISAU vai disponibilizar em termos técnicos de preparação fácil e caseira, pode ser uma solução menos onerosa e mais disponível, segundo o Ministro.

Até às 10 horas de hoje, ao nível do continente africano, foram registados 2412 casos, envolvendo 43 países. Desse universo, 203 indivíduos no continente estão recuperados em 14 países.

Quatro casos de Coronavírus no país são importados e um é de transmissão local.

Adicionar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *