Antigo presidente do Paquistão condenado à pena de morte

O ex-presidente do Paquistão, Pervez Musharraf, foi condenado à morte, devido a uma acusação de alta traição e suspensão da constituição ao ter imposto um estado de emergência em 2007.

“Um tribunal especial formado por três juízes condenou Pervez Musharraf à morte. O tribunal determinou que havia cometido alta traição”, declarou o advogado do antigo chefe de Estado paquistanês, Azhar Siddique.

O processo contra o ex-Presidente começou em 2013 e Musharraf era acusado de impor o estado de emergência e decretar a prisão de dezenas de juízes no Governo do então primeiro-ministro Nawaz Sharif, precisamente o Presidente que Musharraf retirou do poder num golpe de Estado em 1999.

Pervez Musharraf, é o primeiro governante militar a enfrentar um julgamento no Paquistão, refere a BBC. Foi presidente do Paquistão entre 2001 e 2008.

Neste momento, o antigo governante encontra-se no Dubai após ter sido autorizado a sair do país para receber tratamentos médicos em 2016.

Loading...

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *