Helder Mendonça agredido com catana por falar muito

O candidato excluído para a corrida presidencial pelo PODEMOS, Helder Mendonça foi violentamente espancado na quinta-feira, na zona da Malanga, na cidade de Maputo, por indivíduos até aqui desconhecidos. A suspeita é que o ataque violento tenha sido por motivações políticas, pois segundo o porta-voz do PODEMOS os agressores prometeram acabar com o partido.

Eles disseram mesmo que vão destruir o partido e que ele devia deixar de fazer campanha porque fala muito. Por isso ficou claro para nós que era por motivações políticas” Carlos Quembo, porta-voz do PODEMOS.

Em relação ao estado de saúde do Helder Mendonça que é o primeiro da lista do PODEMOS para a Assembleia da República, na Província de Maputo é considerado fora do perigo.

Ele está com a perna engessada e tem ematomas na cara. Foi mesmo algo violento. Usaram catana para ferir as pernas e taco de ténis para lhe agredir na cara. Foi feita participação a polícia mas até agora não há nenhum desenvolvimento“.

Uma semana antes desta agressão o primeiro da lista na cidade de Maputo, José Chemane também foi agredido. “Pensavamos que era só uma agressão física e tentativa de roubo. Mas depois que agrediram o Helder ficou claro para nós que era por motivações políticas “.

Sala da Paz

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *