Avião da Ethiopian Airlines cai com 157 pessoas. Não há sobreviventes

Avião da companhia etíope, Ethiopian Airlines, caiu a 62 quilómetros da capital Addis Abeba. Companhia diz que não há sobreviventes entre 149 passageiros e oito tripulantes. É o segundo acidente com o Boeing 737-800 MAX.

Um avião da Ethiopian Airlines caiu com 149 passageiros e oito membros da tripulação. Não há sobreviventes, confirmou já a empresa. O aparelho despenhou-se seis minutos após a descolagem perto da cidade de Bishoftu, a 62 quilómetros de Addis Abeba, capital etíope. O voo tinha como destino Nairobi, no Quénia, e segundo o porta-voz da companhia, as vítimas são de 33 nacionalidades. Pelo menos oito cidadãos chineses seguiam a bordo.

Num comunicado divulgado esta manhã, a companhia aérea confirmou que o CEO da empresa já se encontra no local e confirma que não há sobreviventes.

O aparelho era um Boeing 737-800 e o acidente ocorreu este domingo às 8h44 da manhã, hora local. A notícia foi avançada pelo primeiro-ministro da Etiópia no Twitter, onde expressou condolências às famílias das vítimas.

Segundo acidente em seis meses com Boeing 737-800 MAX

O aparelho que caiu na Etiópia é um modelo novo da Boeing, 737-800 MAX que tinha chegado à companhia há poucos meses. Um avião do mesmo modelo despenhou-se em outubro do ano passado no mar de Java num voo da companhia low-cost da Indonésia Lion Air. Foi o primeiro acidente com este novo modelo que é uma versão atualizada do Boeing 737. O relatório preliminar deste acidente apontou para um problema no controlo do sistema automático de segurança que forçou o aparelho a baixar. A queda deste avião provocou a morte de 189 pessoas.

Observador

Loading...

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *