AJUDEM denuncia intimidações supostamente protagonizadas pela Frelimo

Membros da Associação Juvenil para o Desenvolvimento de Moçambique (AJUDEM), organização que suporta a candidaturas de Samora Machel Júnior denunciam intimidações supostamente protagonizadas pelo secretariado do partido Frelimo na cidade de Maputo.

A denúncia foi feita este sábado pela porta-voz da AJUDEM, Artemisa Magaia, quem disse que, através do secretário do distrito KaMubukwane, foi convocada pelo primeiro-secretário da Frelimo na cidade de Maputo, Francisco Mabjaia, para uma audição.

“Eu, em particular, fui chamada pelo camarada primeiro-secretário do distrito KaMubukwane a dizer que vou ser solicitada pelo camarada primeiro-secretário da cidade de Maputo para segunda-feira. Estou na lista daqueles que vão ser interrogados porque estão a apoiar a candidatura do camarada Samora Machel Júnior”, disse.

Artemisa diz que o grupo está tranquilo e confiante porque faz tudo com a consciência limpa e apela à calma.

“Não fomos coagidos para nos candidatarmos, fomos de livre espontânea vontade porque nós sabemos que ele foi eleito pelas bases. Se existe alguém que está a tentar nos intimidar, estamos a pedir ao camarada primeiro-secretário da cidade de Maputo, o Francisco Mabjaia, parar com isso. Queremos saber também onde é que ele conseguiu a lista porque pelo que sabemos, a lista ainda está na CNE e ainda não houve divulgação, como é que ele teve acesso, isso nos preocupa”. Acrescentou Magaia.

Já o porta-voz da Frelimo, Caifadine Manasse, disse que falar de  Samora Júnior não é a prioridade da Frelimo porque ele é um membro como qualquer outro no partido.

“Samora Machel Júnior saiu do partido e está estratégia que estamos aqui a tratar ele não faz parte das prioridades. Samora Júnior deixa e deixou de ser preocupação para a Frelimo desde que ele filiou-se a outras forças políticas, a nossa prioridade é trabalhar para as eleições de 10 de Outubro com os nossos candidatos”, disse Manasse.

Samora Machel Júnior aceitou ser cabeça-de-lista na cidade de Maputo pela Sociedade Civil, representada pela Associação Juvenil para o Desenvolvimento de Moçambique (AJUDEM), decisão esta contestada por alguns e apoiada por outros.

O filho do segundo presidente do partido ficara de fora da corrida interna para ser candidato à  cabeça-de-lista da Frelimo na cidade de Maputo. Na lista que o Comité da Cidade enviara à Comissão Política, em Julho último, constavam os nomes de Eneas Comiche, Fernando Sumbana e Razaque Manhique, tendo sido eleito Comiche.

Já nesta altura, segundo fontes próximas, Samora Machel Jr. aventava a hipótese de concorrer, com apoio de um grupo de cidadãos.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *