Governo tanzaniano ameaçou prender todos os defensores dos direitos dos homossexuais e avisou que expulsará os cidadãos estrangeiros no país que promovem a causa, noticiou ontem a imprensa