O Conselho de Ministros aprovou, ontem, o decreto que renova a extensão da concessão do Porto da Beira a Cornelder por mais 15 anos, a partir de 2023,