Diodino Cambaza regressa legalmente ao “local do crime”

Antigo PCA da ADM, Diodino Cambaza volta a empresa após condenação Quando foi detido, em 2008, Diodino Cambaza era PCA da Aeroportos de Moçambique (ADM). Nove anos depois, volta como assessor à empresa onde cometeu os crimes que lhe valeram 12 anos de prisão maior. Parecendo que não, este regresso “ao local do crime” tem cobertura jurídica e política. Por um lado, a Procuradoria-Geral da República (PGR) diz que não há nenhum impedimento legal para a…

"Diodino Cambaza regressa legalmente ao “local do crime”"