O maior partido da oposição de moçambique, Renamo anunciou, ontem, a reabertura das suas sedes e a retoma da actividade política normal em Sofala, como resultado dos entendimentos alcançados