O antigo primeiro-ministro português, António Guterres, vai tomar posse na segunda-feira como secretário-geral da ONU num cenário de incertezas e ansiedades na comunidade internacional em torno do papel