Sobe para sete o número de casos do COVID-19 na África do Sul

Agrava-se a situação do surto do novo coronavírus na vizinha África do Sul. O ministro sul-africano da saúde, citado pela News 24, confirmou hoje mais casos do COVID-19, elevando para sete o número de infectados naquele país.

Os pacientes fazem parte do grupo de 10 pessoas que voltaram da Itália no início deste mês. As autoridades sul-africanas já deram início ao processo de localizar todas as pessoas que mantiveram contacto com os infectados. Uma escola em Sandton teve de ser encerrada, depois de ter-se descoberto que um professor manteve contacto com um dos pacientes.

A África Subsaariana, ao todo, conta com cinco países infectados, sendo que Camarões e Togo são os mais recentes países a registar primeiros casos do COVID-19.

Já o Egipto registou, este domingo, a primeira vítima mortal do surto do novo coronavírus, tornando-se o primeiro país africano com esta fatalidade. Trata-se dum turista alemão de 60 anos de idade que chegou àquele país há uma semana atrás, informou o Ministro egípcio de saúde.

Actualmente, Egipto conta com três casos confirmados e outros 55 registados em um navio cruzeiro na cidade de Luxor.

Com pelo menos 366 mortos, a Itália continua a ser o segundo país com mais registo de vítimas mortais, seguido de Irão com 194.

Adicionar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *