Insurgentes matam 21 pessoas em Palma, em 48 horas

Os malfeitores, que atacam alguns distritos da província de Cabo Delgado, desde Outubro de 2017, continuam a desafiar as autoridades e, a cada dia, incrementam as suas acções macabras, sob olhar impávido das Forças de Defesa e Segurança (FDS).

Sem piedade, os insurgentes realizaram, na última quinta-feira (27 de Junho), mais um ataque, no distrito de Palma, concretamente na comunidade de Ntoli, tendo resultado na decapitação de 10 pessoas.

Tratou-se de um segundo ataque verificado no distrito de Palma, em menos de 48 horas. Lembre-se que, no dia anterior (quarta-feira), os insurgentes atacaram a região de Quissungule, no mesmo distrito, que saldou em 11 mortos. Isto é, em 48 horas, 21 pessoas morreram em Palma, vítimas dos insurgentes.

Segundo as fontes, os atacantes entraram na comunidade de Ntoli, na calada da noite, onde para além de assassinar, incendiaram algumas residências.

As fontes falam ainda da existência de um número desconhecido de feridos, assim como de alguns refugiados para a vizinha República Unida da Tanzânia.

Fontes da “Carta” contaram também que, ainda na manhã daquela quinta-feira, o referido grupo, que se presume ser composto maioritariamente por cidadãos tanzanianos, foi neutralizado e morto na madrugada do dia seguinte (sexta-feira – 28 de Junho), quando tentava atravessar o rio Rovuma para Tanzânia.

Fonte: Carta

Loading...

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *