Éder sente-se injustiçado e diz que “não sou tratado como os outros”

Quase oito meses depois do golo que valeu a conquista do Euro-2016 para Portugal, Éder sente-se injustiçado no campeonato francês.

«Desde o início da época que sinto que me tratam de forma diferente. Há faltas sobre mim que são apitadas ao contrário… Não sei, sinto que não sou tratado como os outros», referiu o avançado português, em entrevista ao jornal L’Equipe.

 

Éder conta apenas cinco golos na presente época e assume que a diferença de tratamento que sente tem reflexo nas suas prestações.

 

«Ao fim de um tempo, os assobios e os aplausos que surgem quando é assinalada uma falta contra mim, começam a ter algum peso. E, apesar de estar preparado para isso, continuo a ser humano, como todos os outros», assumiu.

 

Fonte: Todaverdademoz

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *