O político do partido da oposição, António Muchanga, disse ontem no programa “Resenha Semanal”, na Televisão Miramar, que o primeiro suspeito da morte de Amurane é o partido