Parte das três toneladas do marfim apreendido no mês passado no Porto de Maputo foi roubada nos armazéns da direcção provincial de Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural, e