As autoridades moçambicanas desactivaram, na manhã de quarta-feira, a escolta militar que vinha garantindo a circulação de pessoas e bens ao longo da Estrada Nacional Número Sete (EN7),