Moçambique perde diante dos Estados Unidos da América 124 – 49

Os Estados Unidos da América venceram com toda naturalidade a Moçambique por 49-124, em jogo da segunda jornada no Torneio de Qualificação que decorre na Sérvia. Mesmo sem a “estrela” Sue Bird as norte-americanas foram colossais diante as moçambicanas que o máximo que poderiam fazer diante das campeãs olímpicas era desfrutarem da oportunidade e aprender como se joga basquetebol ao mais alto nível.

Por Alfredo Júnior, em Belgrado

Jogando com o mesmo cinco inicial que o do jogo diante da Nigéria, que contou com   Delma Zita (Base), Anabela Cossa e Ingvild Mucauro (extremos), Leia Dongue e Tamara Seda (postes) Moçambique enfrentou a esperadas dificuldades tanto ofensivamente como defensivamente, daí que no final do primeiro quarto o resultado já era de 10-36. Ainda no primeiro período Tamara Seda ficou indisponível devido a uma lesão no tornozelo esquerdo.

A liderança do EUA continuou a crescer e no final do segundo período a sequência de pontos das norte-americanas colocou o resultado em 22-59.

No terceiro e quarto períodos as moçambicanas continuaram a divertir-se no jogo, ao ponto de fazerem algumas gracinhas como o desarme de Odélia Mafanela ou então os triplos de Anabela Cassa na cara da adversária. Ao todo foram 27 pontos marcados nesta estapa, que colocaram resultado final em 49-124.

Leia Dongue brilha entre as estrelas americanas 

Na verdade os EUA não quiseram humilhar as moçambicanas, visto que até deram-se ao luxo de poupar jogadoras, mas o banco norte-americano vale tanto quanto o cinco principal visto que as jogadoras de segunda linha marcaram 68 pontos, a percentagem dos lançamentos chegou a 63 porcento, contra 24 de Moçambique.

Nneka Ogwumike foi a cestinha do jogo com 24 pontos em 9 de 11 lançamentos, além de 9 ressaltos, com 10 jogadores marcando pelo menos mais de 8 pontos. Chelsea Gray foi um dos principais orquestradoras do ataque norte americano com 12 assistências.

Do lado moçambicano novamente Leia “Tanucha” Dongue foi a melhor unidade Moçambicana com 10 pontos, 9 ressaltos e duas assistências, a capitã Odélia Mafanela fez 9 pontos, capturou quatro ressaltos e um bloqueio, Anabela Cossa inscreveu o seu nome na folha de jogo com 9 pontos e duas assistências, e Deolinda Gimo conseguiu anotar 8 pontos e ganhar dois ressaltos.

Tirando resultado, na verdade acabou por ser uma noite histórica para o basquetebol moçambicano que pela primeira vez mediu forças com os Estados Unidos da América. Domingo, Moçambique encerra a sua participação na prova defrontando a anfitriã Sérvia, pelas 18:00 Horas de Maputo (17 Horas locais). (LANCEMZ)

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *