Advogados da família Guebuza apelam à condenação de Zófimo como um DELINQUENTE comum

Os advogados da família Guebuza apelaram ao tribunal, na última sexta-feira (29), para que Zófimo Muiuane seja condenado “como delinquente habitual” a uma “pena mínima de 24 anos de prisão maior”, a qual deve ser agravada para 30 anos de reclusão, por assassinato a tiros da sua esposa, Valentina Guebuza, na noite de 14 de Dezembro de 2016, e por ter mentido em juízo. Alexandre Chivale, assistente de Valentina Guebuza, disse, nas alegações finais, que…

"Advogados da família Guebuza apelam à condenação de Zófimo como um DELINQUENTE comum"