Zófimo Muiuane volta a tentar comover a juíza com lágrimas

Zófimo Muiuane, acusado de assassinar a sua esposa, Valentina Guebuza, com recurso a uma arma de fogo, na noite de 14 de Dezembro de 2016, fechou o processo de audiência, discussão e julgamento da mesma forma que o iniciou: com lágrimas. Ele chorou copiosa e soluçantemente, refez as juras de amor à sua consorte, alargou-as à família da mesma e alegou que tudo o que se diz em torno da sua pessoa e do seu…

"Zófimo Muiuane volta a tentar comover a juíza com lágrimas"