Frelimo exige fim de chantagens políticas

Uma reacção as ameaças do coordenador interino do principal partido da oposição que a partir da serra da Gorongosa ameaçou romper as negociações pela paz com o governo por considerar que as eleições autárquicas de 10 de Outubro, foram fraudulentas, num acto levado a cabo pela Frelimo, pela polícia e pelos órgãos eleitorais. A Frelimo, partido no poder em Moçambique através do seu Porta-voz Caifadine Manasse reagiu as ameaças do coordenador da Comissão política da…

"Frelimo exige fim de chantagens políticas"

Governo e Renamo assinam memorando sobre assuntos militares

O Presidente da República, Filipe Nyusi, anunciou à nação, no final da tarde desta segunda-feira, que o Governo e a Renamo assinaram um memorando sobre assuntos militares. A assinatura deste memorando é o culminar de um processo iniciado há precisamente um ano, quando Filipe Nyusi deslocou-se à serra da Gorongosa para falar sobre a paz com o falecido, líder da Renamo, Afonso Dhlakama. Os dois líderes falaram, na ocasião, do processo de descentralização, desarmamento, desmobilização…

"Governo e Renamo assinam memorando sobre assuntos militares"

Polícia-ladrão detido no Dondo

Um agente da Polícia da República de Moçambique, com a patente de sargento-principal, afecto no Comando Distrital da Gorongosa, está detido desde a passada sexta-feira, no Comando Distrital do Dondo em Sofala, acusado de comandar uma quadrilha de assaltantes que utilizam armas de fogos e catanas, em diferentes zonas da cidade da Beira. O mesmo entregava armas de fogo para que os seus comparsas protagonizassem assaltos, que quando presos eram de imediato soltos. Importa referir…

"Polícia-ladrão detido no Dondo"

MILITARES DA RENAMO: Carta Ao Presidente Da República

Fontes militares da Renamo confidenciaram ao Expresso que redigiram e enviaram uma carta ao Presidente da República com sete pontos, dois dos quais mais urgentes e sensíveis. Primeiro, informaram e aconselharam o Presidente da República a não tentar usar a força para os desarmar, e que este processo só deverá ser fechado quando for alcançado o acordo de paz. Segundo, apelaram a que não fossem bloqueadas as vias e viaturas que transportam bens de primeira…

"MILITARES DA RENAMO: Carta Ao Presidente Da República"

“Ao Dhlakama não se chora!…Moçambicanos: Dhlakama merece aplausos!”, Nini Satar

Ao Dhlakama não se chora! Tombou o dinossauro. Fez a sua parte. Concluiu a sua missão na terra. Pode descansar em paz. Chorá-lo é demonstrar fraqueza. Um líder da estirpe de Afonso Dhlakama não se chora. Segue-se-lhe os ensinamentos. Dhlakama não chorava. Não lamuriava. Lutava. Enfrentava. Acreditava na sua força. Acreditava que quem quer e luta consegue. Se hoje temos democracia, liberdade de imprensa, é graças a este ímpar homem. Para quê chorá-lo? O que…

"“Ao Dhlakama não se chora!…Moçambicanos: Dhlakama merece aplausos!”, Nini Satar"

Filipe Nyusi diz sentir-se mal com a morte de Afonso Dhlakama

Presidente moçambicano diz que processo de paz não vai parar e lamentou não ter podido ajudar líder da Renamo a ir para o exterior O Presidente moçambicano revelou que da última vez que falou com o líder da Renamo, Afonso Dhlakama pediu-lhe que o processo de paz em curso no país terminasse com sucesso e prometeu que a Renamo “não ia falhar”. Na primeira reacção à morte de Dhlakama nesta quinta-feira, 3, na Serra da…

"Filipe Nyusi diz sentir-se mal com a morte de Afonso Dhlakama"

Venâncio Mondlane admite ter sido convidado por Dhlakama para concorrer pela Renamo

O deputado do Movimento Democrático de Moçambique, Venâncio Mondlane, admitiu ao MAGAZINE Independente ter sido contactado por Afonso Dhlakama, líder da Renamo, para concorrer pela Renamo nas próximas eleições autárquicas na cidade de Maputo. Falando à nossa reportagem, Mondlane nega ter se deslocado à Serra da Gorrongosa onde supostamente teria havido reuniões com o líder da Perdiz para o encerramento das negociações que deverão culminar com a aposta de Venâncio Mondlane pela Renamo em Maputo.…

"Venâncio Mondlane admite ter sido convidado por Dhlakama para concorrer pela Renamo"

Venâncio Mondlane nega ter ido a Gorongosa negociar com Dhlakama

“Não tenho nenhum acordo com a Renamo” , disse Venâncio Mondlane O Canal de Moçambique contactou Venâncio Mondlane para ouvir sua versão sobre os factos. Venâncio Mondlane começou por confirmar que recebeu vários convites para ser candidato: “Tive vários convites de para encabeçar as listas para as autárquicas. Também me foram apresentadas varias propostas de algumas plataformas da sociedade civil”. Sobre sua ida a Gorongosa, Venâncio Mondlane respondeu o seguinte: “Alguma nata intelectual mostrou-se disponível…

"Venâncio Mondlane nega ter ido a Gorongosa negociar com Dhlakama"

Residentes de Gorongosa querem Dhlakama fora das matas imediatamente

Residentes da Vila sede do distrito de Gorongosa, em Sofala, congratulam os consensos alcançados entre o Presidente da República, Filipe Nyusi, e o líder da Renamo, Afonso Dhlakama, em torno do processo de descentralização. Contudo, exigem a saída imediata  de Afonso Dhlakama das matas daquele distrito. O consenso deixou os residentes do distrito de Gorongosa eufóricos, tendo em conta que este é o distrito que mais sofreu os efeitos da tensão militar. O País

"Residentes de Gorongosa querem Dhlakama fora das matas imediatamente"

“Não houve encontro nenhum entre Nyusi e Dhlakama” disse Manuel de Araújo

O político moçambicano, Manuel de Araújo desacredita a versão que sustenta que houve um segundo encontro entre o líder da Renamo, Afonso Dhlakama e o Presidente da República, Filipe Nyusi. Em entrevista exclusiva ao Jornal Txopela o autarca de Quelimane refere que “o presidente da República não se encontrou com o presidente da Renamo, fez uma chamada telefónica, o telefonema ele podia ter feito de Nova York ou da China, e eles sempre conversaram, portanto não vejo nada de especial ou…

"“Não houve encontro nenhum entre Nyusi e Dhlakama” disse Manuel de Araújo"