Morreu Aretha Franklin

Aretha Franklin morreu esta quinta-feira, avança a Associated Press, citada pelo Notícias ao Minuto. A cantora, rainha do soul, como era conhecida, tinha 76 anos e morreu em sua casa, na cidade de Detroit, nos Estados Unidos.

A cantora sofria de cancro no pâncreas e o seu estado de saúde deteriorou-se significativamente nos últimos dias.

Para além do cancro no pâncreas, a lenda da música enfrentou vários problemas de saúde nos últimos anos que levaram ao cancelamento de vários concertos este ano.

No final do ano passado, Aretha Franklin afirmou que planeava retirar-se depois de terminar a digressão deste ano.

Aretha franklin foi a primeira mulher a entrar para o rock and roll hall of fame.

“Em um dos momentos mais sombrios de nossas vidas, não somos capazes de encontrar as palavras apropriadas para expressar a dor em nosso coração. Perdemos a matriarca e o rock de nossa família. O amor que ela nutria por seus filhos, netos, sobrinhas, sobrinhos e primos não tinha limites “, disse a família de Franklin, num comunicado citado pela CNN.

A família refere, igualmente, ter ficado bastante honrada com o carinho dos amigos e fãs da cantora. “Ficamos profundamente tocados pela incrível manifestação de amor e apoio que recebemos de amigos íntimos, admiradores e fãs de todo o mundo. Obrigado por sua compaixão e orações. Sentimos seu amor por Aretha e isso nos traz conforto. O legado dela continuará vivo”, acrescentou a família, pedindo, no entanto, privacidade neste momento de dor.

Aretha Franklin começou sua carreira musical aos 14 anos, quando cantava gospel no coro da igreja de seu pai. Em 1960, foi contratada pela Columba Records. Ao longo de uma carreira profissional que durou mais de 50 anos, Franklin ganhou 18 Grammy’s, incluindo a honra de melhor desempenho feminino R & B por oito anos consecutivos.

A rainha do soul foi também das vozes mais influentes e importantes da história do pop. Suas músicas eram incorporadas por afro-americanos e feministas como hinos de mudança social. Quando Martin Luther King Jr. foi assassinado, Franklin cantou em seu funeral.

A rainha do soul fez uma apresentação na investidura de Barack Obama, em 2009 e também apresentou-se na de Bill Clinton, em 1992.

Em Fevereiro de 2017, Franklin anunciou que iria parar de fazer turnês, mas continuou a fazer shows. No início deste ano, por orientação médica, cancelou algumas apresentações.
A última apresentação pública da cantora foi em Novembro passado, quando cantou em uma festa da Elton John AIDS Foundation em Nova York.

Para a história da música ficam músicas como ‘respect’, ‘Natural woman’ ou ‘I say a little prayer’.

O País

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *