Deputada russa aconselha mulheres a não terem s&xo com estrangeiros

Deputada russa apelou às mulheres do país anfitrião do Mundial 2018 para não terem sexo com estrangeiros de outras raças durante a prova – tudo para não haver mais famílias monoparentais.

A deputada russa Tamara Pletnyova, que recomendou às mulheres do país anfitrião do Mundial de 2018 que não tenham sexo com estrangeiros não brancos durante a prova, de forma a não serem mães solteiras de crianças mestiças.

A deputada em causa, que lidera uma comissão parlamentar sobre família, mulheres e cuidados infantis, respondia a uma estação de rádio local, a propósito das chamadas “crianças dos Olímpicos”, fenómeno que aconteceu depois dos Jogos de Moscovo, em 1980 – num tempo em que a contracepção não estava generalizada no país.

“Estas crianças mestiças sofrem e sofreram desde os tempos soviéticos. Uma coisa é serem da mesma raça, outra coisa é serem de uma diferente. Não sou nacionalista, ainda assim sei que as crianças sofrem. São abandonadas e é isso, ficam aqui com as mães”, defendeu.

Observador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *