Bang e sua label atropelam a língua portuguesa

Bang e o seu PROGECTO.

O caso Bang até chamou atenção de figuras sonantes na famosa “Pérola do Oceano Índico“, tanto que já virou motivo de piada nas redes sociais, uma verdadeira febre.

O Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário, recebeu, esta tarde, no seu Gabinete, em Maputo, a Bang Entretenimento. Acompanhado de vários outros cantores, o grupo apresentou ao PM o projecto Âncora, que consiste em promover o que a “nova” vaga de autores na área musical tem feito.

A gafe foi quando Bang ofereceu uma camiseta, com estampa PROGETCO ÂNCORA. O correcto seria PROJECTO.

“Voila, projectos, agora já ganharam um novo parceiro de peso. O “G” (JEGUÊ, na ótica de um grande analfabeto funcional).” escreveu Egídio Vaz.

“Egídio Vaz, o que dizer desta situação que me foi alertada ontem pelo meu filho que está a frequentar a 5a Classe:
– Pai, PROJECTO se escreve com G?
Quando vi o PROGECTO com G foi apresentado ao Primeiro-Ministro com toda a pompa e circunstância, lembrei-me de como há dias falávamos dos “doutores de meia tigela”, o que agora afecta os artistas no seu conjunto e já alcança os níveis mais cimeiros da nosssa governação. 
– Exmo. Sr. Primeiro Ministro, viemos apresentar o nosso PROGECTO…
Emídio Beula, ah yuuuwwiiiiihhhhh!!!!!”, escreveu Armando Nenane.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *