Banco de Moçambique demite comissão liquidatária do “Nosso Banco”

O BANCO de Moçambique (BM) anunciou ontem a demissão da comissão liquidatária do “Nosso Banco”, por incumprimento das obrigações da Lei n.º 30/207, de 18 de Dezembro, que regula o processo de liquidação administrativa das instituições de crédito e sociedades financeiras.

Em comunicado de imprensa, o BM refere que o pagamento das prestações em dívida por parte dos devedores continuará a ser efectuado na conta do “Nosso Banco, SA – Sociedade em Liquidação”, domiciliada no Banco de Moçambique.

“Enquanto não for constituída uma nova comissão liquidatária, quaisquer dúvidas ou reclamações relativas ao processo de liquidação devem ser remetidas ao Departamento de Análise Macroprudencial do Banco de Moçambique”, refere o comunicado.

De referir que, no uso das competências que lhe são conferidas por lei, o governador do Banco de Moçambique, Rogério Zandamela, decidiu, em Novembro de 2016, revogar a autorização para o exercício de actividade conferida ao Nosso Banco, SA, tendo, na mesma ocasião, designado a Deloitte & Touche (Moçambique), Lda. como presidente da comissão liquidatária.

Até a demissão anunciada ontem, o extinto Nosso Banco possuía representantes dos accionistas e dos credores na comissão liquidatária, que incluíam Rui Francisco Sitoe e Abdul Satar Abdul Hamid,  sendo presidida por João Machado, em representação da Deloitte Touche Moçambique Lda.

JN

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *