Manuel de Araújo acusa governo da FRELIMO de desvio de fundos

Manuel de Araújo que está na presidência do Conselho Municipal de Quelimane a 7 longos anos quando questionado pela imprensa sobre o assunto, acusa o governo do distrito de Quelimane de ter procedido o desvio de aplicação dos cerca de 7 milhões de meticais em 2013 que eram destinados a construção da ponte ora desabada (Ponte de Inhangome).

O Edil de Quelimane responsabiliza o governo do distrito de Quelimane pela perda de vidas humanas dado que segundo justifica a quando da construção da ponte não houve consulta ao Conselho Municipal de Quelimane conforme a lei exige.

 A falta de autorização e fiscalização por parte da edilidade é apontada como o grande erro para que a qualidade da obra seja defeituosa.

Jornal Txopela

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *