Uma mulher que trabalhava num lar em Oklahoma foi detida e acusada de abusar sexualmente de vários idosos. Giselle Horney, de 49 anos
BIZARRO POlÉMICA

Funcionária de um lar ninfomaníaca acusada de dar viagra aos idosos para os forçar a fazer s&xo

Uma mulher que trabalhava num lar em Oklahoma foi detida e acusada de abusar sexualmente de vários idosos. Giselle Horney, de 49 anos, esteve durante um período de três anos e meio a abusar de mais de 78 residentes do Parkview Nursing Center.

Giselle abusou sexualmente de homens e de mulheres, com idades compreendidas entre os 72 e os 103 anos.

Para além disso, foi acusada de ter dado Viagra diariamente a muitos dos idosos que lá se encontravam, sendo que depois os forçava a fazerem sexo com ela.

 “Suspeitámos quando alguns dos nossos empregados constataram que os residentes do sexo masculino pareciam estar num estado perpétuo de erecção”, explicou Elise Wood, a gerente do lar.

Posteriormente, as câmaras de vigilância do Parkview Nursing Center acabaram por conrmar todas as suspeitas.

 “Não só ela dava Viagra aos idosos como também fazia sexo com mais de 24 residentes por dia”, disse um funcionário do lar à imprensa local.Idosos

Apesar de alguns residentes terem, alegadamente, gostado dos abusos por parte de Giselle, armando que foi consensual de parte a parte, outros admitiram não terem gostado dos “brinquedos sexuais” e das “brincadeiras anais”.

Um dos idosos que foi abusado sexualmente disse: “Ela foi a melhor coisa que me aconteceu desde que a minha mulher faleceu há 35 anos, mas admito que passar 16 horas do dia com uma erecção era um pouco aborrecido”.

Agora, Giselle Horney ainda está detida e à espera de julgamento, sendo que pode passar até 10 anos na prisão.

Tafeio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *