Como alternativa ao preservativo um grupo de cientistas belgas criou um dispositivo de impede a transmissão do vírus HIV - SIDA
SAÚDE TECNOLOGIA

Cientistas criam implante vaginal que impede a transmissão do vírus da SIDA

A ferramenta inovadora foi apresentada na semana passada pela Universidade de Waterloo, na Bélgica.

Como alternativa ao preservativo – não enquanto método contracetivo mas apenas de proteção contra doenças sexualmente transmissíveis -, um grupo de cientistas belgas criou um dispositivode impede a transmissão do vírus HIV -SIDA.

Apresenta-se como um implante vaginal e impede que grande parte das células presentes no trato genital da mulher seja atingida pelo vírus da SIDA. Fá-lo ao contrariar a própria imunidade natural que o corpo humano usa como defesa.

Como é explicado no site oficial da instituição onde a descoberta foi desenvolvida, o vírus HIV infeta o corpo ao ‘apoderar-se’ das células T, que são mobilizadas pelo sistema imunitário de qualquer indivíduo quando o corpo se sente ameaçado pelo próprio vírus. Com o referido implante vaginal, as células mantêm-se inativas, ou seja, não agem para combater o vírus, impedindo assim que o mesmo se propague.

Segundo os especialistas, este será um método mais viável que os métodos via oral que nunca conseguirão tal efeito na zona da vagina. Os cientistas apontam contudo que ainda precisam de futuras pesquisas para perceber se esta será uma opção que previne a transmissão do HIV de forma isolada ou se deverá ser usada em conjunto com outras estratégias de prevenção.

 Conta Emmanuel Ho, um dos autores da descoberta, que a mesma partiu de estudos anteriores onde se observou que algumas mulheres não contraíram o vírus da SIDA após praticarem relações sexuais com homens infetados pelo mesmo. Em comum a todas as mulheres, está a falha no sistema imunitário que nãos lhes permitia que as células agissem contra o próprio HIV – uma ‘falha’ que agora foi replicada.
Noícias ao Minuto/ Moznews

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *