As Alfândegas estimaram que tivessem apreendido uma tonelada e meia de marfim, no Porto de Maputo, ontem. No entanto, os números são outros
SOCIEDADE

Alfândegas apreenderam mais de três toneladas de marfim em Maputo

As Alfândegas estimaram que tivessem apreendido uma tonelada e meia de marfim, no Porto de Maputo, anteontem. No entanto, os números são outros. As autoridades apreenderam três toneladas e quatrocentos quilos de marfim.

De acordo com o assessor de imprensa da Autoridade Tributária, Fernando Tinga, são oitocentas e sessenta e sete pontas de marfim, que pesam pouco mais três toneladas e meia. No mínimo, terão sido abatidos quatrocentos e trinta e quatro elefantes.

Entretanto, ainda hoje, os motoristas membros da associação dos transportadores do Porto de Maputo manifestaram a sua indignação pela detenção do seu colega, que conduzia o camião com o marfim. Estes dizem que o seu colega não esteve e nem tinha obrigação no carregamento do camião.

Em contacto telefónico, o assessor de imprensa da Autoridade Tributária garantiu que decorria uma investigação interna para se apurar o possível envolvimento de funcionários neste crime.

O País tentou contactar a empresa chinesa Newlite, apontada como proprietária da mercadoria. Porém, no endereço indicado, a nossa reportagem apenas se deparou com um muro alto, com o portão trancado, sem reclame e sem ninguém para atender, num local ermo da zona de Beluluane, na província de Maputo.

O País

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *