Trump aceita convite para se encontrar com o líder norte-coreano Kim Jong Un

0
18
O presidente Trump concordou em se reunir com o líder norte-coreano Kim Jong Un para conversas até o final de Maio, um desenvolvimento extraordinário
O presidente Trump concordou em se reunir com o líder norte-coreano Kim Jong Un para conversas até o final de Maio, um desenvolvimento extraordinário

O presidente Trump concordou em se reunir com o líder norte-coreano Kim Jong Un para conversas até o final de Maio, um desenvolvimento extraordinário após meses de maior tensão nuclear durante o qual os dois líderes trocaram freqüentes ameaças militares e insultos.

Kim também comprometeu-se a parar o teste nuclear e de mísseis, mesmo durante exercícios militares conjuntos na Coréia do Sul no próximo mês, disse Chung Eui-yong, assessor de segurança nacional da Coréia do Sul, a repórteres na Casa Branca na quinta-feira. Chung estendeu o convite de Kim para se reunir ao informar Trump no jantar de quatro horas que teve com o líder norte-coreano em Pyongyang na segunda-feira.

Depois de um ano em que a Coréia do Norte disparou mísseis balísticos intercontinentais capazes de chegar a todos os Estados Unidos e testou o que amplamente se pensava ter sido uma bomba de hidrogênio, tal moratória seria bem-vinda pelos Estados Unidos e pelo mundo.

Mas também existe um risco significativo para o Trump em concordar com uma reunião, aparentemente, sem o tipo de pré-condições firmes procuradas por administrações americanas anteriores. Nunca houve uma reunião cara a cara, nem mesmo um telefonema, entre líderes sentados das duas nações, porque os presidentes americanos desconfiaram de oferecer ao regime de Kim a validação de uma cúpula de nível de líderes no cenário global.

 

Fonte: MSN

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here