SALÁRIO MÍNIMO: Victória Diogo defende negociação baseada na realidade do país

A Ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Vitória Diogo, defende que o processo de negociação de novos salários deve ter em conta a realidade do país e salvaguardar os interesses dos trabalhadores e das entidades empregadores, principalmente a criação de mais empregos.

Vitória Diogo falava esta sexta-feira, em Maputo, na abertura da primeira sessão ordinária da Comissão Consultiva do Trabalho, órgão por si presidido.

Segundo Vitória Diogo, no ano passado, mais de trezentas e setenta pessoas foram empregues no país, e mais de cinco mil jovens tiveram estágios pré-profissionais, mercê da ponderação e serenidade que caracterizaram o processo negocial em 2017.

A Organização dos Trabalhadores de Moçambique-OTM-Central-Sindical representeada pelo secretário-geral, Alexandre Munguambe, diz estar atenta ao elevado custo de vida no país e espera ver a situação reflectida nos novos salários.

A sessão tem como principais pontos de agenda o reajuste salarial de 2018 e a apreciação da proposta de revisão da Lei do Trabalho. ( RM)

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *