Moçambique soluciona empréstimo contraído com banco russo VTB

0
102
O governo chegou a um acordo com o banco russo VTB sobre como resolver o problema da dívida que contraiu junto da instituição financeira

O governo chegou a um acordo com o banco russo VTB sobre como resolver o problema da dívida que contraiu junto da instituição financeira, anunciou ontem, o ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação.

O banco VTB emprestou 535 milhões de dólares à empresa pública Mozambique Asset Management (MAM) que, juntamente com a empresa igualmente pública ProIndicus, contraiu em 2013 e 2014 empréstimos com o aval do Estado que foram ocultados tanto do parlamento como dos parceiros da cooperação.

O ministro José Pacheco disse que relativamente à dívida para com o VTB “esteve cá o director-geral do banco russo, que trabalhou com os sectores pertinentes nesta área e há entendimentos sobre como sanar a dívida”, referiu esta quarta-feira o chefe da diplomacia moçambicana, José Pacheco.

José Pacheco prestava declarações ao lado de Serguei Lavrov, ministro dos Negócios Estrangeiros russo, depois de este ter sido recebido em audiência pelo chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, no Palácio da Presidência, em Maputo.

O banco russo emprestou 535 milhões de dólares à MAM, enquanto o Credit Suisse montou as emissões de 622 milhões de dólares para a ProIndicus e de 850 milhões de dólares para a Empresa Moçambicana de Atum (Ematum).

O Ministério das Finanças de Moçambique anunciou em Fevereiro que representantes do governo de Moçambique reunir-se-iam dia 20 de Março corrente em Londres com os credores dos empréstimos comerciais contraídos por empresas públicas com o aval do Estado.

Fonte: Folha de Maputo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here