"Não sou racista. Sou a pessoa menos racista que alguma vez entrevistaram", declarou Donald Trump aos jornalistas, concentrados no clube de golfe em West Palm Beach
Internacional

“Sou a pessoa menos racista que alguma vez entrevistaram”, declarou Trump

“Não sou racista. Sou a pessoa menos racista que alguma vez entrevistaram“, declarou Donald Trump aos jornalistas, concentrados no clube de golfe em West Palm Beach, escreve o Notícias ao Minuto.

Trump tinha já afirmado, na sexta-feira, numa mensagem na rede Twitter, “nunca ter dito mal dos haitianos”, depois de ter negado ter utilizado a expressão “países de merda” para qualificar o Haiti durante uma reunião sobre imigração na quinta-feira.

A linguagem que usei nessa reunião foi dura, mas essas não foram as palavras utilizadas“, afirmou Trump, também no Twitter.

Alguns minutos mais tarde, o senador democrata Dick Durbin, que assistiu à reunião, garantiu que o Presidente tinha usado “várias vezes” aquela expressão insultuosa.
De acordo com as mesmas fontes, Trump referia-se a países africanos, que não foram identificados, ao Haiti e a El Salvador, defendendo que os Estados Unidos deviam receber antes imigrantes da Noruega.

Em setembro de 2017, Trump cancelou o programa criado por Barack Obama, dando até março deste ano para o Congresso dos EUA achar uma solução legislativa para estas pessoas.

A divulgação das declarações de Trump sobre os “países de merda” torpedearam as negociações sobre migrações, mesmo quando os democratas já tinham concordado em incluir a concessão de fundos para a construção do muro com o México.

O País

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *