Grupo de cientistas busca 25 voluntários para beberem cerveja durante 56 dias

Eles estão fazendo um estudo sobre uma nova receita da bebida e estão recebendo currículos.

Os cientistas querem fazer uma nova Cerveja, que terá o incremento de uma planta chamada “umatola”, de origem ancestral Aimal “umatola” que tem a característica principal a floração. Para isso, os pesquisadores buscam cerca de 25 voluntários comprovadamente apaixonados por cerveja e com um detalhe para lá de curioso: que não reclamem em ingerir a bebida todos os dias, durante muito tempo, sem mais nada a fazer. O ‘trabalho difícil’ de sentar, relaxar e beber cerveja gelada, sem pagar nada e quantas doses quiser, todos os dias, pode ser uma boa para quem não tem uma grana sobrando no bolso e enfrenta um verão pesado.

 Os voluntários passarão cerca de 56 dias bebendo cerveja.

O objetivo dos pesquisadores é entender como são os benefícios das ervas antioxidantes da nova bebida. Eles contam que a pesquisa poderá trazer à tona uma evidência muito interessante para o público Cervejeiro: a descoberta de propriedades preventivas na cerveja para melhorar o quadro das pessoas quesofrem de doenças cardiovasculares.

A pesquisa tem o apoio do Centro de Pesquisa do Homem do Deserto (CIHDE), da cidade de Arica, no Chile. O meio cooperativo chileno conta que a nova fórmula de cerveja vem sendo analisada desde o ano passado [VIDEO] e a ‘receita’ é a base de uma planta ancestral Aimal, chamada “umatola”, (Parastrephia lucida – nome científico), que tem a característica de floração a mais de 3.800 metros de altitude.

Como fazer para tentar participar da pesquisa

Os pesquisadores não exigem que os cervejeiros sejam somente do Chile, portanto, caso algum ou alguns brasileiros sintam interesse em curtir as férias nesse país e beber cerveja de graça por lá, é só enviar o currículo para “[email protected] até o final do mês de janeiro de 2018.

Claudio Parra, que é o principal responsável pela investida, afirma que serão consideradas pessoas que bebem cerveja moderadamente, entre 35 e 60 anos, e que apresentem três ou mais fatores de risco com relação à doenças cardiovasculares – como é o caso de hipertensos e pessoas que têm histórico de doenças cardíacas e colesterol alto.

Os selecionados passarão por duas etapas principais, depois que forem escolhidos pelos pesquisadores: primeiro, eles passarão 28 dias fazendo uso da bebida, diariamente. Os voluntários beberão a cerveja em uma garrafa de 300 ml de cerveja comum. E o segundo estágio mostra que os voluntários passarão outros 28 dias bebendo a mesma quantidade de cerveja, todos os dias, no entanto, dessa vez e nesses dias, a cerveja receberá o incremento da umatola.

Os testes começam já no primeiro semestre de 2018. E aí, você topa o desafio? Férias no Chile com cerveja de graça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *