Caso Mocímboa da Praia: Comandante-geral da PRM esquiva-se

0
36
Caso Mocímboa da Praia: Comandante-geral da PRM esquiva-se

O Comandante-geral da Polícia da República de Moçambique, Bernardino Rafael, esteve de visita à província da Zambézia na última semana. Na nota que o Diário da Zambézia recebeu vinda da secção de imprensa do Comando da PRM nesta parcela do país, pode-se ver que o Comandante-geral iria conceder uma conferência de imprensa aos jornalistas.

Porém, parece que a chefia da Polícia nesta província, aconselhou ao Comandante-geral para evitar dar espaço aos escribas, sob pena de sair chamuscado, sabido que nos últimos tempos, a imprensa nesta parcela do país não tem dado tréguas aos dirigentes. E por falar de tréguas, Bernardino Rafael foi questionado para falar do caso Mocímboa da Praia, visto que ele próprio veio à imprensa dizer que os protagonistas dos ataques naquela região de Cabo Delgado só tinham 7 dias para se apresentarem as autoridades.

Só que parece que estas palavras do Comandante-geral foram uma espécie de incitamento a violência naquela região, porque na mesma semana, uma alta patente da Unidade de Intervenção Rápida(UIR) foi morto, mostrando claramente que estamos longe de ver gente a entregar-se de livre e espontânea vontade.

Diário da Zambézia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here