Maleiane distancia-se do pronunciamento de Vuma ” Sempre que possível, pagaremos o 13º salário”

0
133
Ministro da Economia e Finanças Adriano Maleiane disse ontem à Assembleia da República que « a posição do governo é que queremos motivar os funcionários

Ministro da Economia e Finanças Adriano Maleiane disse ontem à Assembleia da República que « a posição do governo é que queremos motivar os funcionários. Sempre que possível, pagaremos o 13º salário; estamos trabalhando para fazer isso acontecer « .

O ministro Maleiane estava respondendo a uma sugestão da Confederação das Associações Económicas (CTA) de Moçambique de que o governo deveria congelar os salários e o salário do 13º mês em 2018 como forma de atenuar o desequilíbrio na conta pública.

Sem garantir o pagamento do 13º salário, Maleian reconheceu que funcionários públicos « já fizeram muitos sacrifícios. Um salário médio de 12 mil meticais é muito pouco « .

O presidente do CTA, Agostinho Vuma, defendeu recentemente o congelamento de subsídios automáticos e outras vantagens e o congelamento de promoções automáticas para funcionários públicos para contrariar o crescimento das despesas operacionais. No que diz respeito às despesas de investimento, continuou, era imperativo se concentrar na eficiência do investimento público, combinando a relação custo-benefício das infra-estruturas.

No entanto, o ministro Adriano Maleiane disse na segunda-feira (20), durante uma audiência parlamentar sobre o Plano Económico e Social proposto e o Orçamento do Estado para 2018, que o governo não teve a intenção de não pagar o 13º mês do salário, como aconteceu no ano passado.

« Eu pensei que o CTA estava a dizer que não seria capaz de pagar como empregador, mas essa não é a posição do governo, que é que queremos motivar os funcionários e, sempre que possível, vamos pagar o 13º salário; estamos trabalhando para que isso aconteça « .

« Para nós, é claro que os funcionários já fizeram muitos sacrifícios. Um salário médio de 12,000 meticais é muito pouco e não viu aumento significativo, então, se queremos fazer com que as coisas aconteçam, tem que ser com os funcionários. A posição do governo é cumprir, na medida do possível, o que conta como um direito. Quando as pessoas estão antecipando algo e o governo não diz o contrário, significa que esperamos cumprir « , explicou o ministro.

 

Moz.life

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here