O ACNUR, organismo das Nações Unidas para os refugiados, e a Organização Internacional para as Migrações, lembraram que "o programa norte-americano de acolhimento
Internacional

ONU pede a Donald Trump para que continuem a oferecer asilo aos refugiados

O ACNUR, organismo das Nações Unidas para os refugiados, e a Organização Internacional para as Migrações, lembraram que “o programa norte-americano de acolhimento é um dos mais importantes do mundo”.

O mais novo presidente dos EUA, Donald Trump assinou sexta-feira uma ordem que suspende durante 4 meses a entrada de refugiados no país e anula temporariamente a entrada de sírios e pessoas provenientes de seis países de maioria muçulmana (Iraque, Irão, Sudão, Líbia, Somália e Iémen), alegando que tal vai ajudar a proteger os Estados Unidos de ataques terroristas.

As necessidades de refugiados e migrantes por todo o mundo nunca foram tão grandes. O programa de realojamento dos EUA é um dos mais importantes“, referem os dois organismos com sede em Geneva num comunicado.

Acreditamos que os refugiados devem receber tratamento igual para efeitos de protecção e assistência, bem como oportunidades de realojamento, independentemente da sua nacional, religião ou raça“, prossegue o comunicado, uma vez que Trump já assumiu dar “prioridade” a refugiados cristãos quando o programa voltar.

As duas agências esperam que os EUA “continuem a ser líderes e mantenham a longa tradição de protecção e acolhimento daqueles que fogem dos conflitos“.

O ACNUR recorda que os EUA receberam cerca de 25 mil refugiados dos mais vulneráveis ao abrigo deste programa. Avança o Folha de Maputo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *