nyusi endereça
SOCIEDADE

Nyusi lamenta e endereça ao governo português os mais profundos pêsames

O Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, lamenta a morte do antigo estadista português, Mário Soares, ocorrido, este sábado, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa.

Numa mensagem de condolências, Filipe Jacinto Nyusi, diz que Mário Soares foi um dos que se juntaram ao povo moçambicano no culminar da luta pela Independência através da sua inestimável contribuição para a descolonização que permitiu a proclamação da independência total e completa de Moçambique.

No documento, o Chefe do Estado moçambicano refere que a sua contribuição na Independência Nacional, “ fez com que Moçambique e Portugal tivessem, ainda hoje, estes laços históricos que nos unem em vários domínios, e cujo futuro está cimentado no mais profundo sentimento de amizade e irmandade.”

O Presidente da República destaca que a morte de Mário Soares “ deixa um vazio difícil de preencher, porque não há como falar de Portugal e Moçambique, sem se referir à sua imponente figura na construção desta amizade e deste entendimento que hoje perdura, irmanando os dois países. A sua contribuição pelos dois países coloca-o como destacável personagem na manutenção das relações entre os dois Estados e povos, que guardam a sua memória num nicho de respeito merecido. Não há palavras suficientes que possam preencher o vazio deixado por Mário Soares, tanto para o povo português, assim como para o povo moçambicano, restando-nos apenas curvarmo-nos à sua grande figura de um homem que lutou pelo que sempre acreditou.

Filipe Nyusi termina a mensagem endereçando ao governo português, em nome do povo e do Governo da República de Moçambique e em seu nome pessoal, “os mais profundos pêsames, esperando que a memória de Mário Soares seja preservada e difundida para as gerações vindouras.”
Os restos mortais de Mário Soares vão a enterrar terça-feira, em Lisboa no Cemitério dos Prazeres, a sua última morada.

Fonte: Folha de Maputo

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *