Índia passa a contar com nova moeda

0
36

O primeiro-ministro indiano anunciou há uns dias que ia retirar de circulação, de um dia para o outro, todas as notas de 500 e mil rupias para combater a corrupção, e deu ordem para não repor as caixas automáticas com notas antigas.

O problema é que as novas notas ainda não foram postas em circulação e as notas de valor mais alto a circular, neste momento, são as de 100 rupias (cerca de dois euros), avança a RTP.

Quem não está contente com a situação é a população, bem como os turistas, que diariamente procuram nos multi bancos, ainda activos, dinheiro para suprimir as necessidades diárias.

“Ninguém antecipou a medida, e acho que o objectivo era mesmo esse. O problema é que, pelo menos aqui em Varanasi, as coisas não foram especialmente bem feitas”, explica o foto-jornalista da RTP, Pedro A. Pina.

O foto-jornalista da RTP refere que os bancos estiveram fechados durante um dia e os multi bancos durante dois.

Hoje levantei-me às 6 da manhã para tentar encontrar um multibanco que funcionasse, andei uns quatro quilómetros a pé e todas as máquinas, por onde passei (umas dez ou 15) estavam ou fechadas ou sem dinheiro.”

Funcionários do Governo indiano apontam esta medida como uma forma de “atacar” os ricos, que têm grandes esconderijos de moeda não declarada. Mas o impacto imediato foi principalmente sentido na população da classe média.

O Banco Central da Índia (BCI), entretanto já procurou tranquilizar o público, e emitiu uma declaração, dizendo que o Governo tinha “dinheiro disponível” e pediu para os indianos serem pacientes durante os próximos dias.

Segundo o BCI os cidadãos poderão efectuar a troca dos valores presentes em banca até 30 de Dezembro.

(Jornal económico)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here