DESPORTO

Wedson Nyirenda deixa Ferroviário da Beira para treinar seleção da Zâmbia

Wedson Nyirenda já não é treinador da equipa principal do Ferroviário da Beira, tendo a direção do clube chamado Aleixo Fumo, um dos antigos treinadores para assegurar a equipa até ao fim da época.

Informações na posse do nosso jornal indicam que a saída de Wedson Nyirenda do comando técnico dos locomotivas da Beira não foi pacífica, tendo sido o próprio treinador a pedir a rescisão por, alegadamente, ter sido convidado a assumir o papel de novo selecionador da Zâmbia.

A saída de Nyirenda já foi confirmado pela direcção locomotiva sem entrar em pormenores, mas A BOLA sabe que os dirigentes do Ferroviário da Beira tentaram, sem sucesso, convencer o técnico a ficar pelo menos até ao fim da época.

O contrato de Nyirenda terminava em 2017 e ao que se sabe o técnico até se mostrou disponível para indemnizar o clube pela rescisão não amigável do contrato.

Alguns jogadores do Ferroviário da Beira, ouvidos pela nossa reportagem, mostram-se tristes com a saída repentina do treinador. «Não podemos fazer nada, acreditamos que pesou mais o patriotismo e as condições que provavelmente tenham oferecido», disse um dos jogadores. 

Aleixo Fumo deverá ser apresentado ainda hoje como o novo treinador. Em 2005 comandou a equipa e chegou a ganhar a taça de Moçambique.

Fonte: A Bola

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *