Selecção moçambicana de basquetebol feminino fora do Mundial-2019

A selecção moçambicana de basquetebol feminino na categoria de sub-18 venceu na tarde hoje a sua congénere de Angola por 56 – 43, em partida de apuramento do terceiro e quarto lugar do Afrobasket que decorreu no Egipto.
O nosso país volta assim a conquistar a medalha de bronze, à semelhança do que tinha alcançado na edição passada, falhando o seu principal objectivo que era a conquista do torneio.
No jogo deste Domingo, Moçambique esteve sempre a vencer, aliás no primeiro período as nacionais venciam por  13 – 7, as “meninas” estiveram muito bem apoiadas, numa tarde em que a inspirada Yolanda Francisco superou as demais na quadra, tornando-se numa das maiores destaques do jogo. Foi mesmo considerada, a “top performer” do lado de Moçambique enquanto as angolanas tiveram em Avelina Peso a figura de maior destaque.
Foi com um sistema de forte pressão sobre as adversárias que Moçambique conseguiu segurar a vantagem no segundo período de jogo, 14 – 9. Entretanto, engane-se quem julgar que as angolanas entregaram fácil a derrota. No terceiro período, jogaram com outra atitude e acertaram mais na tabela que as nacionais. A camisa 11 de Angola, Avelina Peso, era a mais inconformada do lado angolano tendo criado sérias dificuldades a estratégia montada por Leonel Manhique, que lendo bem os acontecimentos apostou no seu cinco ideal e voltou a colocar as moçambicanas em vantagem e a comandar os acontecimentos.
O nosso país, fez um percurso modesto nesta prova ao apurar-se para as meias-finais depois de vencer o Madagáscar por 59-39. Entretanto sucumbiu na jornada seguinte diante da formação da casa, o Egipto, em jogo realizado ontem por 66 – 33.
As basquestistas nacionais e a equipa técnica liderada por Leonel Manhique, falham, assim, a possibilidade de chegar ao campeonato do mundo que se vai realizar na Itália. 

Na derradeira edição do Afrobasket, a seleção foi terceira classificada. Conquistar o título era o principal objectivo da formação moçambicana. O campeão e o vice-campeão apuram-se para o Mundial-2019, a realizar-se em Torino, Itália.

fonte: o país

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *