RENAMO ATACA SEDE DO POSTO ADMINISTRATIVO DE NIHESSÍWE, MURRUPULA, EM NAMPULA.

0
123
A Renamo atacou na madrugada, deste sábado, a sede do posto administrativo de Nihessíwe, no distrito de Murrupula, na província de Nampula, tendo destruído o centro de saúde local e as instalações do posto da policial, para além de ter queimado parte da residência do chefe do posto.
O administrador de Murrupula, António Saúl, disse que o ataque registou-se por volta das cinco horas da manhã deste sábado, protagonizado por um grupo de dez homens, dos quais dois fardados e armados.
António Saúl disse que no centro de saúde, os homens armados da Renamo expulsaram os doentes internados e se apoderam das redes mosquiteiras e quantidades significativas de medicamentos.
Referiu que devido ao clima de medo e terror que se instalou durante os disparos, várias famílias, incluindo o chefe do posto administrativo de Nihessíwe, abandonaram as suas residências à procura de lugares seguros.
“ Vandalizaram a casa do chefe do posto, a comida que tinha sobrado comeram e levaram parte da alimentação. Dispararam duas balas para o próprio chefe do posto mas ele saiu pela porta traseira, perseguiram-no, entrou na mata e desapareceu. Ele neste momento não tem nada, vai esperar o socorro do distrito, nem lençol tem. Até doentes graves conseguiram correr com medo da bala. Não houve vítimas mortais mas prejuízos, vidros quebrados da Visão Mundial, da secretaria, da casa do chefe do posto e do próprio centro da saúde, ainda não calculamos os prejuízos”,   disse o  administrador de Murrupula.
António Saúl, apelou as pessoas para não aderirem aos actos de vandalismo protagonizados pela Renamo, afirmando que o sofrimento será de todo o povo.
Na sede do posto administrativo de Nihessíwe, distrito de Murrupula, a situação está calma, dois da chegada de uma unidade das Forças de Defesa e Segurança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here