ÚLTIMA HORA

Aulas iniciarão mais cedo em 2017 devido ao quarto recenseamento geral da população e habitação,

O calendário escolar para o ano de 2017 vai sofrer ajustes com vista a acomodar a realização, no país, do quarto recenseamento geral da população e habitação, previsto para Agosto, anunciou o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano.
Neste contexto, as aulas, que no presente ano lectivo iniciaram a 8 de Fevereiro, serão antecipadas para 20 de Janeiro. Fora as férias trimestrais, haverá uma interrupção entre 17 de Julho e 20 de Agosto para dar lugar ao censo geral e à 13.ª edição do Festival Nacional dos Jogos Desportivos Escolares, a ter lugar na província de Gaza.
O ministro da Educação e Desenvolvimento Humano, que anunciou estas medidas, recomendou aos quadros para que comecem agora a preparar o ano lectivo de 2017, através da contratação de professores, cálculo das necessidades em livros escolares e demais elementos logísticos, de modo que se mantenham as 38 semanas lectivas que perfazem o ano lectivo.
Jorge Ferrão, que falava ontem no decurso do Conselho Coordenador da sua instituição, que hoje termina na cidade de Maputo, explicou que a perturbação das aulas prende-se com a previsão do envolvimento na operação de recenseamento geral da população e habitação de cerca de 80 mil professores como brigadistas, digitadores, monitores, entre outras missões.
No entanto, a ideia é que as alterações não afectem negativamente o decurso das aulas.
No que diz respeito aos Jogos Escolares, Jorge Ferrão disse estar-se a introduzir o xadrez em muitas escolas primárias e secundárias e em particular nos 36 institutos de formação de professores, onde a disciplina é de carácter obrigatório.

Fonte: Rm

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *