Politica

NYUSI É RECEBIDO CALOROSAMENTE PELA POPULAÇÃO NO DISTRITO DE LUABO NA ZAMBEZIA

 GOVERNAÇÃO ABERTA

Foi  no meio de cânticos e das bandeiras da República, do partido Frelimo, OMM e OJM que o chefe do Estado, Filipe Jacinto Nyusi, foi recebido na vila sede do distrito de Luabo na manhã desta sexta-feira. Como primeira actividade, Nyusi visitou o posto de saúde erguido recentemente no distrito e em seguida  orientou um comício popular, onde a população pediu a corrente elétrica para impulsionar o desenvolvimento do distrito e também  a expansão da rede escolar principalmente, a do ensino secundário, para permitir que os alunos que concluem a 10ª classe prossigam com os estudos sem que para isso tenham que se deslocar para outros cantos da província ou outras circunvizinhas. Na mensagem apresentada, a população não deixou de pedir igualmente a criação de sectores privado para reduzir com o indicede desemprego no distrito.

Os mesmos queixaram-se também da falta de uma estrada condigna para poderem viajar confortáveis e escoar os produtos tirados das machambas para a sua comercialização na cidade de Quelimane, e também pediram a ampliação da infra-estrutura hospitalar.
E na agricultura a alocação de máquinas agrícolas para impulsionar a produção. A questão da paz, não deixou de fazer parte destes pedidos, onde os naturais de Luabo exigem que Nyusi se encontre o mais rápido possível com o líder da Renamo, de forma a dialogarem e num curto espaço de tempo a paz seja uma realidade e permitir que os moçambicanos circulem livremente e continuem a contribuir para o desenvolvimento do país.

Por seu turno, o presidente da República disse num gesto de resposta no seu curto discurso disse que, os pedidos formulados chegaram e foram registados, , mas neste momento a  grande prioridade é expandir a energia eléctrica para todos os distritos. Em relação a paz, Nyusi pediu para que a população por se só deve ser vigilante denunciado aqueles que tem protagonizados desmandos ou seja atacam as pessoas e matam-nas. Aqui, o Chefe do Estado “atacou” a população dizendo que, a província da Zambézia é aquela que mais ataques da Renamo tem sofrido, porque a população vê os que protagonizam estes ataques mas não denuncia, enquanto que nas outras províncias a população denúncia, daí que estes não sofrem as mesmas consequências.

Sobre a aceleração do diálogo com o líder da Renamo, Filipe Nyusi disse que o seu governo está a fazer de tudo para que isso aconteça. Sinal disso, foi aceitar a presença dos mediadores internacionais, estes que já começaram a chegar desde esta quarta-feira. Num outro desenvolvimento, o chefe do Estado disse que o país está atravessar momentos difíceis em termos económicos, daí que apela a população para empenhar-se mais na produção agrícola porque acredita que Luabo é potencial nesta área.

Ao terminar o  seu discurso Nyusi disse que a sua próxima vinda ao distrito ele garante e promete encontrar a corrente electrica.

Fonte:  Diario da Zambezia

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *